segunda-feira, 3 de outubro de 2016


“A mente que se abre a uma nova idéia jamais voltará ao seu tamanho original.” 

Albert Einstein


Arte de Ana Luisa Kaminski
Acrílica sobre tela.



terça-feira, 16 de fevereiro de 2016

Aquarelando

Arte para melhorar o mundo.



Pintura de Ana  Luisa Kaminski.
Acrílica aquarelada sobre tela.

sábado, 3 de outubro de 2015

Sonhando...

Tenho aprendido com o tempo que a felicidade vibra na frequência das coisas mais simples. Que o que amacia a vida, acende o riso, convida a alma para brincar, são essas imensas coisas pequeninas bordadas com fios de luz no tecido áspero do cotidiano.

[Ana Jácomo]

***



"Mulher Azul do Mar Sonhando com Conchas"
Pintura de Ana Luisa Kaminski
Óleo sobre tela.

terça-feira, 10 de junho de 2014

Tecedeira de azuis


Tecedeira de azuis: talvez seja uma nuvem que do azul se solta. Ainda assim, ela se desprende do pincel, numa respiração suave e amável, quase verde. Assim, o olhar sobre as coisas. Subitamente, o teu riso que nunca ouvi, se senta na tela. E o azul da tarde se faz pele em ti. É a hora de voltar. Qualquer murmúrio seria um grito. Pintemos a hora. Tecemos o novelo da espera. Um dia, beberemos azul. Na manhã da delicadeza.

(Teresa Amaro)



segunda-feira, 20 de janeiro de 2014

Sonhos, substâncias e segredos...

"Ao sonhar a profundidade, sonhamos a nossa profundidade. Ao sonhar com a virtude secreta das substâncias, sonhamos com o nosso ser secreto. Mas os maiores segredos do nosso ser estão escondidos de nós mesmos, estão no segredo de nossas profundezas."

(Gaston Bachelard)



"Paraíso Azul". Pintura de Ana Luisa Kaminski

Edição digital: Alberto N. Delacoste Fernandez

domingo, 27 de outubro de 2013

Amor, poesia, devaneio...

"Que sempre existam almas para as quais o amor seja também o contacto de duas poesias, a convergência de dois devaneios. O amor, enquanto amor, nunca termina de se exprimir e exprime-se tanto melhor quanto mais poeticamente é sonhado. Os devaneios de duas almas solitárias preparam a magia de amar. Um realista da paixão verá aí apenas fórmulas evanescentes. Mas não é menos verdade que as grandes paixões se preparam em grandes devaneios. Mutilamos a realidade do amor quando a separamos de toda a sua irrealidade. "

Gaston Bachelard, in ' A Poética do Devaneio'


***


*Imagem: "O Que Vemos, O Que Nos Olha". Pintura de Ana Luisa Kaminski


***

terça-feira, 15 de outubro de 2013

Luz e sombra

"Para quem não anseia senão ver, há luz bastante; mas para quem tem oposta disposição, sempre há bastante escuridão".
(Blaise Pascal)



"Caracóis Oníricos". Pintura de Ana Luisa Kaminski

quinta-feira, 10 de outubro de 2013

Nas alturas arderá de novo meu coração...



E a minha voz nascerá de novo,
talvez noutro tempo sem dores,
e nas alturas arderá de novo o meu coração
ardente e estrelado.

Pablo Neruda

***



"Ninfa Rosada". Pintura de Ana Luisa Kaminski

domingo, 6 de outubro de 2013